31/12/2010

PSS 2011

Utilidade Pública:

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado (PSS 2011) no estado do Paraná.

Vagas abertas para cargos do setor administrativo e para professores substitutos em várias modalidades: séries iniciais do ensino fundamental, ensino médio, ensino profissionalizante, línguas estrangeiras modernas (LEM), professor interprete de libras, dentre outros.

Maiores informações vocês adquirem no site dia Dia a Dia Educação e as inscrições, que seguem até o dia 12/01/2011, podem ser feitas pelo site www.grhs.pr.gov.br

Fiquem de Olho !

Feliz 2011


Simples Assim !!
Muito $$ no bolso, saúde, paz e amor pra todos os leitores do blog !!

26/12/2010

Flores - Titãs e Marisa Monte

É nesse clima 'floral' que segue abaixo vídeo e letra da música Flores, dos Titãs e com a participação da minha querida Marisa Monte !!




Olhei até ficar cansado 
De ver os meus olhos no espelho 
Chorei por ter despedaçado 
As flores que estão no canteiro 
Os punhos e os pulsos cortados 
E o resto do meu corpo inteiro 

Há flores cobrindo o telhado 
E embaixo do meu travesseiro 
Há flores por todos os lados 
Há flores em tudo que eu vejo
A dor vai curar essas lástimas 
O soro tem gosto de lágrimas 
As flores têm cheiro de morte 
A dor vai fechar esses cortes 
Flores 
Flores 
As flores de plástico não morrem

Olhei até ficar cansado 
De ver os meus olhos no espelho 
Chorei por ter despedaçado 
As flores que estão no canteiro 
Os punhos e os pulsos cortados 
E o resto do meu corpo inteiro 
Há flores cobrindo o telhado 
E embaixo do meu travesseiro 
Há flores por todos os lados 
Há flores em tudo que eu vejo

A dor vai curar essas lástimas 
O soro tem gosto de lágrimas 
As flores têm cheiro de morte 
A dor vai fechar esses cortes 
Flores 
Flores 
As flores de plástico não morrem 
Flores 
Flores 
As flores de plástico não morrem

Flores !!

Em pleno 26 de dezembro de 2010 após uma leve chuva de verão...


*


^^

25/12/2010

Meu Lindo Enfeite de Natal

Catarina é uma dessas peças raras... daquelas que 1 em 1 milhão de pessoas tem. Portanto não é pra qualquer um aguentar esse monstrinho...

Mesmo sendo linda ela dá um trabalho do cão =S

Corre, pula, morde tudo e principalmente os pés de quem quer que seja. Catarina tem problemas sérios de comportamento.

E acho que ela tem inveja das bolinhas de natal, daquelas que a gente pendura no pinheirinho, sabe ??!!

Ela vive subindo no coitado do pinheiro pra derrubar as suas rivais.

E consegui registrar em vídeo uma de suas agressões. Claro que na frente das câmeras ela se comportou... mas que é uma meliante isso é !!



E com essa desejo à todos que passam por aqui um Feliz Natal !!

Muitas alegrias, realizações, paz e amor !!

23/12/2010

Cher fala sobre o filme 'Burlesque'

Por CINDY PEARLMAN


Do Hollywood Watch

Cher não precisa de apresentação. Quando a mulher de 64 anos, tida por alguns como lenda do show business, entrou na sala, mostrou que estava no comando. Ainda assim, segundo sua própria confissão, sentia certo pavor. “Estou sempre apavorada quando inicio alguma coisa na minha vida. E então eu vivo o momento e percebo que tudo ficará ok”, diz.

Estrela desde meados dos anos 60, quando os gostos musicais mudaram e a separação da parceria com Sonny Bono ameaçaram relegá-la à irrelevância, ela se reinventou como atriz, impressionou os críticos da Broadway e conquistou um Oscar de melhor atriz por “Feitiço da Lua” (1987). Hoje ela ainda mantém uma condição física impressionante – chama a si mesma “a garota mais velha com o cabelo mais comprido e roupa mais curta”– e está chegando às telas de cinema com seu primeiro filme em uma década.

Em “Burlesque” ela é Tess, a proprietária de uma casa de dança burlesca na Sunset Strip, com Stanley Tucci como o diretor artístico que ajuda a descobrir uma novata talentosa (Christina Aguilera). Os talentos da jovem e sua personalidade logo causarão alvoroço na casa noturna. O filme, e uma recente temporada em Las Vegas, estão sendo chamados de o grande retorno de Cher, algo que a incomoda. “Eu não fui a lugar nenhum. De onde eu voltei, de Plutão? Ninguém sabia onde eu estava?”

Há 27 anos, no set de “Silkwood –O Retrato de uma Coragem” (1983), Cher era a jovem cantora tentando estabelecer suas credenciais como atriz e Meryl Streep era a estrela. Hoje, Cher é a estrela estabelecida e Aguilera, a princesa do pop, é a artista tentando fazer a transição. Em uma entrevista separada, Aguilera diz que deixou claro que faria qualquer coisa para dividir a tela com Cher. “Eu entrei na sala para conhecer a Cher e disse: ‘Oi, eu sou aquela que disse que beberia a água do seu banho’”. E o que Cher respondeu? “Eu vou dizer para você o que Meryl Streep me disse no set de ‘Silkwood’.”, e Aguilera continua: “‘Bem-vinda. Fico feliz por você estar aqui’”.

Falando seriamente, Cher confirma a fala de sua colega de elenco. “Isso me lembrou do relacionamento que eu tinha com minha boa amiga Meryl Streep, quando nos conhecemos e Meryl me colocou sob suas asas no set do filme”, diz Cher. “Eu nem mesmo tinha ideia de onde me posicionar. Não que eu já saiba onde me posicionar – eu acabei de aprender o que é ‘downstage’ (na frente do palco).” Do fundo da sala, uma voz se intromete.“Mas ela sempre soube o que é ‘upstage’ (roubar a cena)”, diz Tucci, que estava de passagem.“Touché, Tucci”, responde Cher alegremente.

Quanto a interpretar a diva que está envelhecendo e que é uma espécie de figura materna para as artistas mais jovens que estão roubando seu espaço, não foi preciso muito esforço para Cher. “Foi estranho. Foi difícil interpretar alguém que apóia as garotas jovens, ciente de que é isso o que está acontecendo na minha vida real. Eu tenho que dar espaço. Não que eu esteja fazendo isso graciosamente – você terá que me arrastar, com força.”

Seu grande número de dança mostra o quanto ela ainda é capaz, mas não foi tão fácil quanto seria há uma geração. “Há uma cena onde Stanley Tucci me ajuda com meus sapatos e eu grito, ‘Ai’. Na vida real, eu estava pensando: ‘Ai, meus pés, minhas costas, meu ombro’. Eu estou velha! Eu passei minha vida toda me arremessando, dançando e caindo e sendo derrubada por dançarinos.” Cher nasceu Cherilyn Sarkisian LaPiere em El Centro, Califórnia. Sua mãe, Georgia Holt, atualmente com 84 anos, criou Cher sozinha após a partida do pai dela –apesar de ela ter se casado com ele três vezes diferentes entre seus oito casamentos.

Impressionada pelo show business desde a infância, Cher abandonou a escola no último ano do colegial e se matriculou em cursos de interpretação e canto. Em 1963, ela conheceu Sonny Bono e o resto é história, incluindo o casamento deles em 1964, a série de televisão e seus 11 sucessos na parada Billboard de 1965 a 1972, mais notadamente “I Got You Babe” (1965). Após o divórcio deles em 1974, Cher derrubou os céticos da cadeira ao estabelecer uma carreira solo que agora é mais longa e mais bem-sucedida do que a década que ela passou com Bono.

Sua vida privada também sempre foi altamente pública, com as manchetes mais recentes envolvendo a operação para mudança de sexo de sua filha, Chastity, em 2009. Cher se adaptou facilmente ao anúncio de sua filha, em 1995, de que era lésbica, mas reconhece ter dificuldades com a mudança de sexo e a mudança de nome para Chaz Bono.“Eu ainda tenho dificuldades em dizer ‘ele’ ou ‘ela’”, reconhece a atriz. “O mais importante é que seja feliz.”

Tradução: George El Khouri Andolfato
Fonte: UOL Cinema

22/12/2010

Obama assina lei que derruba proibição a gays assumidos nas Forças Armadas dos EUA

O presidente Barack Obama sancionou nesta quarta-feira a lei que revoga a proibição de gays assumidos servirem nas Forças Armadas dos Estados Unidos. Em um discurso muito ovacionado antes da assinatura, Obama agradeceu diversas vezes a todos os envolvidos na derrubada ao veto que vigorava há 17 anos e disse que ter gays entre os militares vai fortalecer a segurança nacional.

"Eu estou muito feliz. Este é um dia muito feliz. Eu quero agradecer a todos vocês, especialmente às pessoas neste palco. Cada um de vocês trabalhou tão duro nisto", disse Obama, que gaguejou de início.

Diante de uma plateia de militares, o presidente lembrou a história de um militar americano que, há 66 anos, durante a Segunda Guerra, foi salvo por um colega na Europa. Anos depois, eles decidiram se reencontrar e ele descobriu que devia sua vida a um homem gay. "Ele não tinha ideia e francamente não ligava. Ele sabia que só estava vivo e só voltara para cuidar de sua família por causa do amigo", disse Obama.

O presidente afirmou ainda que diminuir um militar por sua sexualidade é como diminuir por questões de religião, raça ou crença --todas essas vetadas nas Forças Armadas dos EUA.

"Esta manhã eu estou orgulhoso em assinar a lei que vai acabar com o Não pergunte, não conte", afirmou. "Esta lei [...] vai fortalecer nossa segurança nacional. Milhares de pessoas foram obrigadas a deixar as Forças Armadas, não importa sua competência ou bravura, por sua sexualidade. Nenhum mais será obrigado a viver uma mentira, olhar por trás dos seus ombros".

Obama garantiu ainda que a lei, agora sancionada, será aplicada de maneira rápida em todo o país. "Nós não vamos arrastar nossos pés nisso".

PROCESSO

Em vigor há 17 anos, a política conhecida como "Don't Ask, Don't Tell" ["Não pergunte, não conte", em tradução livre] determina que as Forças Armadas não devem perguntar aos militares sobre sua orientação sexual, e os militares não devem divulgá-la.

A revogação da política entra em vigor 60 dias após ser sancionada por Obama, por Gates e pelo almirante Mike Mullen, chefe do Estado-Maior das Forças Armadas.

O secretário de Defesa, Robert Gates, apoia o fim da proibição, uma das principais promessas de campanha de Obama, e cita um estudo recente em que os militares concluíram que a revogação gerava poucos riscos.

Na última quarta-feira (15), a proibição foi derrubada pela Câmara dos Representantes (deputados), deixando nas mãos do Senado o passo final para enterrar a atual política.

No sábado (18), o Senado também derrubou a proibição, em uma decisão histórica comparada por muitoscom o fim da segregação racial no meio militar dos EUA.

A decisão representou uma reviravolta, já que há poucos dias o Senado havia bloqueado uma tentativa de votação do fim da política --levantando temores de que ela não seria novamente reconsiderada antes do próximo ano.

O Pentágono deve agora elaborar um plano para a aplicação das regras alteradas, além de decidir como as tropas serão instruídas sobre a nova política e como ficam os processos disciplinares, os benefícios e o status de quem foi demitido por violar as regras atualmente em vigor, segundo o coronel David Lapan, porta-voz do Departamento de Defesa.

OBSTÁCULO

Alguns críticos dizem que o Pentágono pode demorar a adotar as novas regras, numa concessão ao ceticismo interno.

"Este é um obstáculo político por parte dos comandantes. Os militares poderiam revogar a proibição de amanhã se quisessem, mas isso não vai acontecer", disse Aaron Belkin, diretor do Centro Palm, da Universidade da Califórnia, Santa Barbara.

Alguns oficiais de alta patente, como James Amos, comandante dos Marines, são contra a mudança, alegando que ela cria riscos para a estabilidade das Forças Armadas num momento de sobrecarga para os militares nas guerras do Iraque e Afeganistão.

Geoff Morrell, secretário de imprensa do Pentágono, negou que os comandantes tenham a intenção de protelar a reforma.

PESQUISA

Recentemente, um estudo desenvolvido pelo Pentágono revelou que derrubar a lei que proíbe homossexuais assumidos nas Forças Armadas causaria um pouco de perturbação no início, mas não traria problemas disseminados ou de longo prazo para os EUA.

O estudo revelou que 70% dos militares acham que derrubar a lei teria efeitos mistos, positivos, ou nenhum efeito, enquanto 30% preveem consequências negativas ou demonstram preocupação. A oposição foi maior entre os militares de combate, com 40% dizendo ser uma má ideia. O número subiu para 46% entre os fuzileiros navais.

A pesquisa foi enviada para 400 mil militares, dos quais 69% disseram ter trabalhado com alguém que eles acreditam ser gay ou lésbica. Desses, 92% disseram que o trabalho em conjunto foi muito bom, bom, ou nem bom nem ruim, segundo as fontes citadas pelo jornal 'The Washington Post'.

As unidades de combate deram respostas semelhantes: 89% das unidades de combate do Exército e 84% das unidades de combate dos Fuzileiros Navais disseram ter tido experiências boas ou neutras ao trabalhar com gays ou lésbicas, revela o 'Post'.

Um recente relatório de um grupo de trabalho do Pentágono recomendou que não haja banheiros ou chuveiros separados para militares homossexuais, e que alguns benefícios, como assistência jurídica gratuita, poderão ser oferecidos para casais do mesmo sexo.

LEI

A lei foi criada em 1993 por Bill Clinton. Ele prometera, logo após a eleição, derrubar o veto aos gays no Exército, criado durante a Segunda Guerra (1939-1945).

Sem apoio do legislativo, o projeto tornou-se um veto indireto: os militares gays e bissexuais podem servir, desde que escondam sua sexualidade. Desde então, cerca de 13 mil foram dispensados das Forças Armadas sob a lei.

Apesar de a maioria das dispensas serem resultado de militares gays se assumindo, grupos de defesa dos direitos gays dizem que isso foi usado por colegas de trabalho vingativos para fazer alarde sobre soldados que nunca fizeram de sua sexualidade um problema.

Mudar a lei foi uma das promessas de Barack Obama em sua campanha presidencial em 2008.

No mundo todo, 29 países --incluindo Israel, Canadá, Alemanha e Suécia-- aceitam soldados assumidamente gays, segundo a Log Cabin Republicans, um grupo defensor dos direitos gays.

Fonte: Folha.Uol

--

17/12/2010

O Medo

Ja diz o velho ditado: QUEM TÊM, TEM MEDO!

E hoje navegando pela net encontrei um texto muito bom, de fácil compreensão e que pode nos dar um maior entendimento dos medos que sentimos. Porque todo mundo tem medo de alguma coisa, seja de uma situação, de uma pessoão, de um animal... de si mesmo.

Enfim, quem têm, tem medo!!

O Medo

*Por Ana Mayra Kaefer

" MEDO "

O medo é uma emoção que sinaliza ao homem a existência de um perigo, de uma ameaça (real ou imaginária), positiva ou negativa. A necessidade do homem em sentir-se protegido e seguro é natural. Porém, o medo ou a fobia muitas vezes tem o poder de paralisar e impedir o crescimento pessoal ou profissional, que através deste, o indivíduo pode esconder-se de si mesmo, das relações com o próximo, de sonhar, inovar, arriscar, crescer, entre outros. O medo se apresenta em várias situações. Algumas pessoas têm medo de andar de avião, ficar sozinho, falar em público, do futuro, de sonhar, etc. E existem alguns medos que são classificados como fobias, como por exemplo: claustrofobia (medo de lugares fechados), acrofobia (medo das alturas), agorafobia (medo de lugares públicos, situações sociais), entre outros. Para facilitar, poderemos classificar o medo em formas e níveis diferentes: natural, traumático ou fóbico.

Medo natural: O medo natural tem como objeto principal um perigo (fato ou situação) que realmente atinge seu bem estar e provoca males. Muitas vezes é possível vencer o medo natural através da fé e da coragem ou confiando no gesto de apoio do outro. O medo natural pode ter a função de sinalizar ao homem sobre um perigo ou ameaça eminente e assim contribuir para proteção deste. Com isso, procura abrigo e proteção.

Medo traumático: Este é o forte medo desencadeado por situações traumáticas, que marcaram a vida ou imaginado pela pessoa dessa forma. Esse medo também pode se apresentar como uma ausência de coragem e forte dificuldade em lidar com as perdas que já sofreu, pensa-se que irá reviver as mesmas situações. Há casos em que se manifesta através de um forte desânimo ou depressão, trazendo barreiras ou impedimentos ao crescimento pessoal e profissional. Há profissionais que por medo, escondem seus talentos, limitando seus potenciais e crescimento, ou seja, não acreditam em suas potencialidades e assim, vivem frustrados e não investem no aprimoramento de suas habilidades e competências. Na verdade, alguns nem acreditam que as têm.

Fobia: A fobia pode ser considerada como uma grave angústia que apresenta sensação de ansiedade; imobiliza e restringe o indivíduo. O fóbico vivencia verdadeiro tormento e pânico diante do objeto temido ou situação, que nem sempre apresenta um perigo real. A fobia é um tipo de medo excessivo e irracional de algo específico, provocando ação de evitar a qualquer custo este encontro desconfortável.

Pode apresentar os seguintes sintomas fisiológicos: aceleração cardíaca e de respiração, sudorese, secura na boca, tensão muscular e tremores. Quando o indivíduo está diante de uma situação ou circunstância por ele temida, ocorre um desequilíbrio de substâncias (serotonina e dopamina) no cérebro. Esta pode ser uma reação normal que possibilita ao indivíduo enfrentar, defender-se ou fugir, preservando assim seu equilíbrio e/ou integridade física. No entanto, no caso da fobia, a situação normalmente não representa um perigo real. Pelo menos na proporção imaginada.

Estas sensações de ansiedades, as conhecidas e controladas, são comuns para muitos profissionais que interagem diretamente com um público, tais como: atores, palestrantes, consultores, mestre de cerimônias, ou seja, um profissional ante uma platéia sente estes sintomas fisiológicos, em maior ou menor grau de intensidade, que pode se manifestar de 1 a 5 minutos no início de sua apresentação, tempo este em que o orador experiente supera e controla estas reações. Graças a Deus temos estas sensações, que compreendidas e controladas, fazem parte do sucesso de grandes oradores. Haja vista, que uma boa comunicação, também é carregada de fortes emoções.

Superação: Há possibilidades de vários tratamentos àqueles que vivenciam questões relacionadas ao medo, inclusive nos modelos bíblicos existem várias referências, as do bem estar, aos pontos negativos para reflexão, como no caso de Adão, onde aprendemos a recuar, a nos esconder, a temer os castigos, a desconfiar de Deus, a não acreditar no próximo, a agredir e a trair. Mas também com Jesus, aprendemos a respeito do AMOR, da fé, da coragem, do perdão... Se temos a figura de Adão como perdido, confuso, culpado e atemorizado, também temos a figura de Cristo que enfrentou situações terríveis: afrontas, traição, julgamentos, rejeição, desprezo, solidão, dores e a morte.

É preciso ter atitudes de coragem para mudar de comportamento e enfrentar o novo, se arriscar, mesmo sabendo que as dificuldades, perdas e frustrações possam surgir. Afinal, Cristo foi único, nós Humanos, a partir do medo, podemos evitar desfechos tão extremos.

É importante aprendermos a lidar com todos os tipos de medo. O medo natural é utilizado como um mecanismo para nos defendermos, e muitas vezes é necessário para nossa proteção. O medo traumático ou fóbico pode ser um sinal de que algo não está bem, ou seja, é a existência de um conflito interno que precisa ser analisado e tratado. Para os casos mais graves, o processo terapêutico pode ser uma alternativa de solução, possibilitando assim a superação deste obstáculo.

*Ana Mayra Kaefer é psicóloga, especializada em sexualidade.

Fonte: Ana Mayra Kaefer (Blog)

14/12/2010

Mais Santa Cher !!

Eu hoje estou no clima de Santa Cher mesmo... Bom, agora eu to no clima, porque logo depois do almoço eu tava cantarolando Diogo Nogueira !! Pois bem, sou eclético mesmo... O que vier eu traço ouço (ahuhahau).

E agora vou colocar pra vocês algumas coisinhas (clipes) da Santa.

#Enjoy



Sempre Discreta, Simples... Porém, muito profunda !!



Novamente, básica !



E pra completar o time a música da Santa mais conhecida que nota de 1 real - ou de 1 dolar! -: Believe (Perfeita!!)




Santa Cher !

Quem me conhece sabe que aprecio a 'pessoa' Cher e algumas músicas dela (digo algumas porque não se pode gostar de tudo né, senão até perde a graça ;D)... Mas o que não se pode negar é que a mulher tem estilo, tem talento, tem poder e pose.

Agora Cher está no filme Burlesque juntamente com uma outra diva: Christina Aguilera! (espero ver logo esse filme pois estou louco louco louco pra assistir...)

E vendo a Globo.com hoje - coisa de rotina, sabe??!! - estava lá a notícia (ainda de novembro) de que Santa Cher ao ser homenageada na calçada da fama do teatro em Hollywood se desequilibrou e quase caiu. Pois bem: mesmo se tivesse caído Santa Cher capricharia na pose e faria carão para as fotos toda trabalhada no cimento.

E vim aqui postar esse pequeno texto - sem a pretensão de falar nada da vida da nossa querida Santa Cher (até porque pra quem não conhece e quer conhecer existe o WikiPédia) que acredito que nem precisa mais ser falada - só pra colocar a foto da mamãezinha da Santa, Georgia Holt, que achei uma graça, fofíssima e toda trabalhada na elegância...


Coisa mais Linda né??!!

É obóvio que Santa Cher deve ser um orgulho pra mamis e vice e versa !!

02/12/2010

É hora de dar Tchau !!

Alôôôô Graduaçãaaaaaaaaaaaaaao !!

É HORA DE DAR TCHAU !!

Fica a saudade e as lembranças boas, juntamente com as belas amizades que foram construídas lá.

27/11/2010

A vida é dura Sim

Por que a vida as vezes é tão dura com a gente ??

Vi isso no msn de uma amiga e me perguntei a mesma coisa =S

Por que é que a vida nos prega umas peças daquelas de deixar os cabelos em pé? Nos dá sustos daqueles capazes de curar qualquer soluço... e as vezes nos dá umas rasteiras daquelas que fazem a gente cair bem bunitinho de #CARANAPOEIRA

É... A Vida é dura Sim !!

Mas eu acho que sei porque. Digo 'acho que sei porque' essa é uma questão bastante relativa - daquelas que mudam de cabeça pra cabeça e de situação para situação - e complexa... Mas eu acredito realmente é que essas coisas só acontecem pra quem é capaz de suportar.

Sim. 

Ta ferrado?? Dá a 'volta por cima'. Simples assim.

A gente tem todas as ferramentas necessárias para resolver nossos problemas. Mas as vezes a ferramenta mais importante e potente que temos é deixada de lado: nossa cabeça (entenda-se cérebro, porque se você estiver preso em algum cômodo/caixa/seja lá o que for espero que não tente abrir o trem com a cabeça). Pensar nas opções que temos, pensar no porque de isso ter acontecido, pensar no que não podemos fazer... Enfim: PENSAR.

Esse poder a gente têm. Só precisa aprender a usar !!!


Não se deixar abalar pelos problemas é a primeira coisa a fazer (ou a se tentar fazer, porque a gente sabe que isso nem sempre é possível - vide Bete Gouveia). Depois disso é colocar os miolos pra funcionar e se jogar na resolução.

Lembrando que as vezes as opções mais simples são as melhores.




26/11/2010

Então é (quase) Natal !!!

Então é Natal, e o que você fez ???
O Ano termina, e começa outra vez !!!

Pois bem, já estamos praticamente no final do ano... Uma época que tradicionalmente é marcada por festas, comemorações, confraternizações, amigos secretos, despedidas de turmas de aula, de lavar as paredes da casa pra esperar Papai Noel, de fazer aqueeeeeele faxinão em casa, de enfeitar um pinheirinho de Natal (e colocar neve de mentirinha nele pra dizer que aqui em Cascavel está frio =S)... e hipocrisia.

Sim! HIPOCRISIA !!!

Nessa época é possível observar pessoas que passam o ano inteiro na maior FILHADAPUTAGEM posando de bonzinhos(as), queridinhos(as), preocupados (as) com as pessoas e tudo o mais, e ainda por cima cheios de amor e esperança. São abraços, beijinhos, presentes ou lembrancinhas e um TE DESEJO UM ANO MARAVILHOSO (aham Coleeeeega, senta lá!!)...

Nem mesmo o real significado do Natal (o nascimento de Jesus Cristo) é lembrado (não que eu saiba exatamente, mas tenho uma noção =S). A data se tornou tão popular que hoje em dia é comemorada mais como uma boa oportunidade para aumentar as vendas nas lojas do que como o dia do nascimento de Jesus (ou quase, porque aparentemente esse dia - 25/12 - não é exatamente a data de seu nascimento, mas uma data escolhida para sua comemoração, mas enfim...).

Bons pensamentos, bons sentimentos, em muitos casos, são apenas da boca pra fora. E o coração? Guarda amor próprio pelo menos (essas são pra refletir)? Ou é simplesmente o nosso EGO falando mais alto e exigindo sempre mais? Mais do que tenho... mais do que meus 'amigos' tem...

Pois é. Pode ser que sim, ou não!

Mas e aquela análise - a famosa listinha - de tudo o que fizemos de bom e de ruim? Porque devemos fazer as duas (ok??!!), bom e ruim, porque não somos simplesmente puros em bondade nem monstros por natureza: SOMOS UM MISTO DE AMOR E ÓDIO, que nos faz ser humanos.

Vamos agora acrescentar nessa lista tudo o que poderia ter sido feito e não foi... todas as pessoas que poderíamos ter ajudado mas não ajudamos... todas as pessoas que não precisávamos ter magoado, mas que magoamos...

Mas uma coisa é certa: NÃO ADIANTA CHORAR PELO LEITE DERRAMADO, nem mesmo querer voltar no tempo.

AGORA É A HORA !

Hora de pedir perdão. De dizer Adeus... De repensar sobre o que podemos fazer de diferente no próximo ano para nos tornamos - e para tornar a vida de outra pessoa - melhores. Agora é hora de planejar o cuidado que vamos ter com nossas leiteiras pra não deixar o leite derramar novamente.

Vamos aprender com nossos erros e tentar não cometer os mesmos novamente. Vamos correr mais, amar mais... nos deixar ser amados.

E principalmente lembrar que o Natal não é o dia do Papai Noel (ou Papai Natal como dizem os portugueses) trazer doces e presentes. É o tempo de celebrar a união das pessoas que amamos.

É tempo de Paz... É tempo de Amor... É tempo de Amar !!! 


Natal também é tempo de Coca-Cola (bom, essa não tem tempo né??!! a gente toma o ano todo)!!!


23/11/2010

Momento de Reflexão

Após várias discussões extremamente bem fundamentadas em princípios e vivências adquiridas em muuuuuuitos anos de vida de um grupo de jovens acadêmicos ficou uma questão para reflaxão:

Melhor ser um adulto virgem ou perder a virgindade com um coletor universal?

Reflita !!!

Bastante atrativos né ??!!


22/11/2010

Meus Amores, Amantes e Amados

O amor é uma 'coisa' sem explicação... e digo COISA sim, porque cada um o vê de uma maneira diferente, e o vê em situações diferentes, portanto cada um pode o chamar do que quiser... desde que sinta um pouquinho desse 'amor'.


Meus amores não são os mais estranhos, e talvez nem os mais normais... ou talvez sejam sim os mais normais do mundo, já que amo as minhas simples coisinhas, amo meus bichinhos de estimação (a Cida e a Catarina), amo meus cadernos, meus livros... meu travesseiro... meu cobertor.


Meus amantes são meus amigos, meus familiares, meus romances... enfim, todos que de alguma forma retribuem o meu carinho, o meu afeto, o meu bem querer.

Já os meus amados não são muitos... são algumas pessoas que amo, mas que nem sabem disso... e quando falo em amar não é amor de casamento, de namoro (tá, um pode ser... mas isso é só detalhe). Por isso são meus amados, porque não me retribuem esse sentimento, ou retribuem de outra forma. 


Enfim. O Amor é complicado, por isso nem sei se amo mesmo... não sei se o que acredito que já senti (algo mais forte dentro do peito) ser amor, realmente o era. Tudo é tão relativo... e tão simples... e tão complexo... e tão louco e perfeito com todos os seus erros. É. Talvez seja realmente toda essa montanha de coisas, sentimentos, medos, ressalvas, rompantes, oscilações, que simbolizam o Amor.


Não sei. Só sei que até aqui tenho em mente os meus Amores, Amantes e Amados !!!

21/11/2010

'A Semana' das 'Primeiras Vezes'

Para começar, preciso dizer que não uso diário (bem que eu gostaria, mas não sei se rola comigo ... o por quê  não sei nem explicar, mas tudo bem... então uso este espaço para, as vezes, botar pra fora alguns relatos do meu cotidiano). Mas essa semana merece - alguns pontos dela - atenção e registro, porque a memória nem sempre é das mais companheiras...
Segunda feira teve o feriado e eu pude aproveitar um pouquinho para estudar para a prova de mestrado que faria no dia seguinte (:S) junto com a Fer, lá em Curitiba. Passou-se o dia que nem vi, e quando dei por mim já era hora de ir pra rodoviária. Fomos bem, quase sem dormir no ônibus, mas chegamos inteiros. E eu como só havia passado por Curitiba umas duas vezes tive a oportunidade de conhecer um pouco mais daquela cidade maravilhosa (adorei meeeeeeesmo). E é claro que a gente não ia dormir a hora que chegou né... Como a prova seria a tarde a gente foi direto pra rua, conhecer um pouco da cidade, da Universidade Federal e dos shoppings. A tarde realizamos a prova e foi muito estranho :S porque a gente nunca fez prova de mestrado antes (aham, kkk)... Mas fizemos e é claro que pra desestressar a gente precisava de mais shopping... Comer na verdade. E assim foi. Voltamos no mesmo dia em que chegamos lá (novamente sem dormir muita coisa no onibus, pelo menos eu não dormi muito, né @_fersanches ??).

E porque ??

Porque na quarta-feira eu tinha que defender a minha banca aqui em Toledo (alí em Toledo né, porque eu moro aqui em Cascavel ;D)... Sim, minha banca. E assim foi... estudei um pouco a tarde, e a noite me joguei pra Toledo. Defendi a banca e como foi a primeira vez que passei por uma banca estava meio dãr. Mas foi e passei (ufa!!).

E no relato das primeiras vezes: Prova de Mestrado

O resto da semana passou tranquilo, com a busca por um pouquinho de descanso, que beeeeem na verdade ainda não chegou, mas tudo bem... eu nem queria mesmo.

E no sábado, pra completar minha semana, estava com 'sede' de Balada. Saí com algumas amigas pra jogar sinuca antes e depois fui pro Hooligans Pub, assisti Big Wilson Soul Band (de Curitiba), com uma apresentação maravilhosa. Os cantores muuuuuito bons, principalmente a vocal Michele, abusando da sua voz e arrasando no palco.

Enfim. Tive uma semana satisfatória e fechada com chave de ouro.
E nessa reta de final de ano só preciso disso mesmo, descansar na medida do possível, pois a vida corrida do jeito que está é muito boa. Pois é nessas horas que a gente vê que é capaz de fazer sempre mais :D

Recomendo ;D

Ps: na semana anterior tbm tive 'primeira vez' > comi porco no rolete lá em Toledo

15/11/2010

Programação Televisiva

Sim, sou fã da Globo.

Inicio este post com essa confissão, que na verdade pra quem me conhece nem é lá uma confissão. Sou fã da Rede Globo de Comunicação desde sempre. Acredito que as programações são planejadas de acordo com as demandas da sociedade, apresentando os principais problemas e dilemas dos grupos sociais em destaque.

Pois bem, e hoje assistindo o Jornal Hoje vi duas matérias interessantíssimas (as outras tbm sempre atualizadas e importantes, mas duas me chamaram a atenção). Uma falando sobre ataques violentos contra homossexuais - ou a popularizada, mas ainda presente, Homofobia; e a outra sobre a Geração Y.

A violência em todas as suas nuances é algo desprezível. Violar o direito do próximo de até mesmo escolher quem ele quer ser é uma das espécies de maior ignorância - ao meu ver -, além de ser completamente fora de mão em uma época onde a própria legislação (na teoria) garante esse direito. O Jornal Hoje mostrou a reportagem de cinco jovens, homossexuais, que sofreram agressões 'sem motivo aparente' por um grupo de cinco 'meninos (entre 16 e 17 anos, e um com mais de 18) de classe média alta'. É revoltante ver que a violência atinge indiscriminadamente vários setores da sociedade, sejam como vítimas ou como agressores. 

E nessa hora cabe se perguntar se estamos livres de atitudes do gênero simplesmente por exercer nossos direitos à 'liberdade de expressão'?? Pois bem, espero que sim, porque como é um direito para todos, que assim seja. Em uma sociedade em pleno desenvolvimento é de se esperar que a atitude das pessoas também mude, de forma a acompanhar, civilizadamente, os avanços que se apresentam.

E assim, sem a intenção de polemizar assuntos (meramente intenciono expor minhas idéias e opiniões, ou meus pitacos sobre várias situações) pulo daqui para a Geração Y. Sim, a Geração Y, da qual faço parte e grande parte de meus amigos também. 

Essa geração é a que cresceu cercada de tecnologias, de novidades, de informações e produtos informáticos, de forma que passou a utilizar e esperar tudo para 'agora'. Pode-se dizer que é a Geração do Imediatismo. E desta forma a reportagem do JH mostrou o que os jovens da GY que estão ingressando no mercado de trabalho esperam de seus empregadores:

a) Ambiente de trabalho adequado;
b) Possibilidade de desenvolvimento profissional; e
c) Qualidade de vida.

Como podem ver, o salário não é simplesmente o que motiva as pessoas, principalmente os Y'ers. Reconhecimento, valorização do trabalho, possibilidade de crescimento pessoal e profissional também contam muito na hora de decidir por qual empresa vamos dedicar nosso trabalho.

Pois bem, concordo com isso. Acredito que nós, integrantes dessa geração, esperamos realmente grandes coisas e em pouco tempo. Imediatismo pode até ser, mas acredito que o gás, os conhecimentos e a vontade de vencer que trazemos é capaz de nos proporcionar bons resultados em um curto espaço de tempo sim. Por isso pessoas (principalmente os babyboomers), se cuidem: os Y'ers estão chegando com tudo!!!

E assim concluo este post. Reafirmando minha  preferência pela Rede Globo de Comunicação e dizendo que só sinto falta de algumas coisas nas programações: A apresentação de sugestões de ações concretas que possam reverter algumas situações-problema que nos são apresentadas. Pois temos sim essas sugestões, mas não para todos os problemas que a TV leva ao público. E como a mídia tem um grande poder, ela poderia utilizar esse poder para ajudar a construir uma sociedade mais justa e humana, não simplesmente para as crianças - que são o futuro do país -, mas também para as outras pessoas que sofrem de alguma forma de violência, preconceito (social, por opção sexual, por credo, cor, etc), etc.


13/11/2010

Memory - Musical 'Cats' (Broadway)

Quem aí nunca ouviu falar no musical Cats, da Broadway??

Se ainda não ouviu se joga na oportunidade que estou colocando aqui em baixo, um pequeno trecho desse musical belíssimo.




10/11/2010

Um Lugar pra chamar de Meu.

No meio de tanta correria o que eu mais queria era uma cama bem quentinha e gostosa pra deitar.
No meio de tanta gente chata, queria pegar meu dog vira-lata e sair pra algum lugar.
No meio das avenidas cheias de flores, queria pegar minha mocinhila, correr pelo mundo e buscar outros amores.

Mas foi no meio do caminho que tudo, tudo mudou.
Ficou tudo cinza, e azul, e verde-limão.

E foi aí que eu decidi, sem querer e sem pensar,
Pois toda beleza daquele momento me fez ver: que alí era o meu lugar.

(Rodrigo Müller)

09/11/2010

Maestro Google

Hoy, en mi clase de español con el maestro 'Google' me quedé con una duda:

La palavra manter (en portugues) es en verdad Facebook (en español)
=/

Pecar é Motivo pra ir 'pro inferno' ??

Pois bem: Que atire a primeira pedra quem nunca cometeu um pecado!

A cada dia estamos sujeitos e propensos a cometer pecados, começando pelos famosos Sete Pecados Capitais (Gula, Avareza, Luxúria, Ira, Inveja, Preguiça, Orgulho).

E o ser humano é uma 'coisa de outro mundo' mesmo né??!!

É invejoso por natureza, na maioria dos casos é preguiçoso, guloso, mesquinho e ganancioso, pra não dizer que tem tudo o que não deveria ter de uma vez só. E somos obrigados a conviver com isso diariamente, seja com nós mesmos, ou com pesoas que nos cercam, que fazem parte do nosso dia e que as vezes nos dizem 'ai que inveja de você, mas é uma inveja boa, ta' :D - Aham, senta lá Cláudia.

Cadê a inveja boa?? Inveja é inveja e se é um pecado capital famoso não pode ser boa, e vai te mandar direto pra inferno (kkkkk, momento comédia-dramática), assim como a gula ou a luxúria, ou a raiva... Me diz, existe raiva boa?? Aham, senta lá de novo Cláudia.

Bom, pecado é pecado. Fato!!! Mas pecar é motivo pra ir pro inferno?? Se for assim o inferno vai ter que expandir seus limites pra abrigar tanto pecador que existe por aí...

Mas agora eu estava me lembrando do livro O Caçador de Pipas (maravilhoso por sinal), onde um dos personagens diz que o 'maior pecado que se pode cometer é o de Roubar', porque quando você rouba alguma coisa de alguém está tirando algo que não é seu, de forma que praticamente todos os outros pecados são uma variação do pecado Roubar... Quando se mata alguém, está robando o direito dessa pessoa de viver, quando mente pra alguém está roubando o direito que essa pessoa tem de saber a verdade, e assim por diante.

Então, todos somos pecadores e todos estamos sujeitos a conviver com pessoas que cometem constantemente muitos pecados. E se todo mundo que peca vai pro inferno mais cedo ou mais tarde a gente se encontra lá nos Quintos dos Infernos.

;D

31/10/2010

Um país em construção

Somos um país em construção Sim.


Não podemos afirmar que temos condições e características de país de primeiro mundo porque não temos mesmo. Mas o que a gente pode dizer é que o povo desse país luta dia após dia para conseguir mudar uma história, seja pessoal ou coletiva.

E hoje é mais um dia que comprova essa luta. Não querendo fazer a linha 'politizado' posso dizer que o povo não age sem pensar (!!?? pelo menos eu espero né ??!!). O povo age na esperança de encontrar alguém que possa lhes ajudar nessa batalha diária. E pra isso, neste ano, escolheram a candidata Dilma Rousseff como a representante dessa luta e governante do país.
E eu vou com o povo (dessa vez). Esperando que realmente Dilma possa nos ajudar e consiga concretizar muitas de suas propostas, pois sabendo das dificuldades que certamente ela terá pela frente não dá pra esperar que o país seja transformado em um exemplo mundial de conquista e desenvolvimento.

Espero com mais ansiedade por melhoras no setor educacional, pois é através de uma boa educação que se formarão os cidadãos de amanhã, que poderão lutar com melhores armas e com conhecimentos mais avançados em como conquistar bons resultados. Desde a educação de base (ensino fundamental e médio) à educação tecnológica e superior precisam de melhorias. Estes programas precisam de uma reestruturação, de valorização aos professores, de fixação de normatizações que vão além da LDB... enfim... Existe muita coisa pra se fazer.

Os outros setores da economia, meio ambiente, políticas de crédito, saúde e segurança também são de fundamental importância para o desenvolvimento de nosso país. Então vamos torcer para que Dilma consiga montar uma equipe de ministros capacitados e preocupados em realmente trabalhar em favor do país, para que assim, todos juntos ajudem a continuar construindo um país que tem enorme potencial de alcançar a posição de 'país de primeiro mundo'. Afinal, somos nós mesmos os maiores preocupados com isso, então não custa nada participar deste processo.

Dizer Não

Novamente o tempo me consome, e consome todo o 'meu tempo'.

As atividades paralelas, os trabalhos da faculdade, os projetos da vida, e uma série de outras coisas continuam a aparecer. E eu sempre querendo mais, e pegando mais, e tentando dar conta de tudo isso. Não é assim tão fácil não fazer. E menos fácil ainda é dizer não à alguém quando esse alguém, principalmente se é alguém que você gosta, lhe pede alguma coisa que você sabe que pode fazer e ele não.

Enfim. Dizer não é uma coisa complicada, tanto para quem diz, como para que ouve.

Quem diz NÃO não quer parecer egoísta, grosseiro ou despreocupado com os problemas alheios, e geralmente quem ouve um NÃO terá que pensar em outra pessoa para fazer o que está pedindo e isso as vezes é um problema.

Eu agora estou aprendendo a dizer não, e isso é mais porque não tenho tempo para fazer mais nada mesmo, hehe... Então se você me pedir alguma coisa e eu responder com um NÃO, não se preocupe, pois não é nada pessoal, só não tenho tempo mesmo, mas vout entar ao menos tentar indicar alguém que possa fazer isso.

E assim fica a dica, se você precisa dizer NÃO, ao menos tente ajudar sugerindo alguém que pode tentar fazer algo por essa pessoa. Ou seja, ajude de outra forma, pois ajudar nunca é de mais.

:D

21/10/2010

Deus

Nem preciso citar o 'One of Us' porque já está aqui no Blog um texto com a letra e vídeo da música.

Mas as vezes também fico me perguntando: Deus existe?? Será que ele anda entre nós?? Será que ele brinca com nossas vidas como se fossemos bonequinhos em uma gigante maquete?? 

Ou ainda: Muitos dizem que Deus está em cada um de nós, então 'todos somos deuses'?? E se todos somos deuses podemos realizar nosso desejos?? ou não é assim que funciona??

Enfim... não sei.

Só sei que a maioria das pessoas precisa de algo em que acreditar, em um símbolo, uma imagem... uma palavra... um livro. Sem isso muita gente estaria perdida por esse mundo.

Então creio dá pra dizer que Deus existe sim. Para cada um e à sua maneira.

E que Deus nos abençoe.


Viagem às Estrelas

Eeeeeeeeta mundão véio sem porteira...

Pois bem: hoje vivi muitas aventuras até essa hora. Pra começar meu dia bem acordei as 09:00 - o que nem sempre é possível porque ainda não estou rico - e já parti pros livros e computador. Fiz muita coisa pela manhã (que passou voando por sinal) e logo depois do meio dia parti para Toledo, de metropolitano.

Tudo muito bem, tudo muito lindo... dentro do ônibus cabelos ao vento (formou-se emaranhado de dar inveja a qualquer passarinho :S) lendo o artigo que eu apresentaria a noite em Rondon. E no meio do caminho o ônibus quebra - coisa rara - e ficamos quase uma hora esperando o outro carro chegar. 

Ok. Onibus chega e vou pra Toledo. Lá termino de preparar minha apresentação de slides para utilizar a noite no V Encontro do centro de CCSA da Unioeste - Campus de Rondon, e pouco depois das 18:00 a @_fersanches passa com o @rafacanevesi me buscar. Seguimos para Marechal Candido Rondon. Lá chegamos em cima da hora, tudo nos conformes e a minha apresentação seria a última da noite. 

Pois bem... iniciam-se as apresentações e na segunda surge um tema um 'pouquinho diferente' das áreas estudadas pelas Ciências Sociais Aplicadas: Astronomia, eu acho que é isso. O apresentador mandou bem no tema - que é muito interessante por sinal: big bang, 'big rit'!!??, criação das galaxias... enfim - mas eu me senti meio perdido. Perdido sim, porque não esperava aquilo e fiquei meio que de cara (até imagino o menino que apresentou...)... 

Pensa, gente falando da gestão de chiqueirões, biocombustível, energias renováveis, holdings, comunicação interna... e astronomia.

É... bem assim.

E saindo de lá no final das apresentações, a Fer e o Rafa passaram por Quatro Pontes, Vila Nova e Sobradinho... Olha quanto lugar eu vi!! Rondon, assim como as outras cidades, eu só conhecia de nome e achei lindo... E tudo isso em um dia, que começou as 09:00.

Bom se todos os dias fossem assim. Cansativos, divertidos e cheio de coisas novas.

Ps: achei o Campus da Unioeste de Rondon lindíssimo... e a cidade - o pouco que vi - também.

12/10/2010

Direito como Cidadão

Ultimamente ando vendo tanta gente falando em eleição, e principalmente em anular seu voto porque não concorda com a atitude dos políticos que pretendem representar nossa nação.

E quem concorda com todas as atitudes de alguém (isso só pra reflexão)?? 

Fazem coisas erradas? Sim!! Com certeza... 

Eu mesmo deprecio certas atitudes que vejo nas propagandas eleitorais... Acusações infundadas, ou mesmo com fundamento, mas que nem deveriam estar sendo feitas. O que mais se vê nas últimas propagandas eleitorais são acusações e defesas. Muito pouca coisa de proposta... E quando aparecem propostas quase nada de concreto em relação à realização de tais atividades.

Isso todo mundo já percebeu - pelo menos eu espero.

Mas daí à anular o seu voto? Meeeeeo, quanto tempo esse país passou até que se consolidasse o modelo político democrático?? Não sei, pois afinal ainda sou bem novinho... e posso inclusive estar falando besteira. Mas só gostaria de saber dessas pessoas que dizem que preferem anular o voto à eleger Serra ou Dilma se elas realmente acreditam que anulando seu voto e provocando uma nova convocação para eleição (o que na minha opinião é difícil de acontecer, até porque tem muita gente ganhando bolsa família por aí) vão aparecer políticos que apenas estejam interessados em fazer um bom trabalho??

Pode ser que apareçam sim. Mas como sempre o governo será feito por um partido + um grupo de pessoas, e nunca por um único representante...

Então anular o voto pra que?

Dá uma carta de crédito para o político que te apresentar as melhores propostas. E não espere que eu te diga pra votar na Dilma porque eu não faria isso. Respeito cada opinião, mas tenho a minha bem definida - pelo menos em relação à algumas coisas.

Agora, não jogue no lixo o direito de ser cidadão e poder eleger um representante como presidente. muitas pessoas lutaram para que hoje tivessemos essa oportunidade. Então não é justo jogá-la fora assim.

Bom... Essa é a minha opinião. E você que está lendo pode até anular seu voto, e eu vou respeitar isso... assim como você deve respeitar o meu ponto de vista.

#FicaDica


Quando em Roma...

Acabei de assistir o filme Veronika Decide Morrer - lindo por sinal -, baseado na obra de Paulo Coelho, e que me deixou mais alguns pensamentos daqueles que ficam na cabeça martelando, martelando, e nos fazem pensar em mil coisas sem sentido e mais outras mil coisas com sentido ainda não bem definido.

Ouvi a história - mais uma vez - do Rei que teve seu reino envenenado por um mago, que num momento de ira colocou um veneno na água do poço de onde todos os moradores bebiam. Este veneno deixou todos loucos, e o rei ao não saber mais o que fazer para comandar seu povo estava decidido a ir embora de seu reino, quando seua mulher lhe sugeriu que também bebessem daquela água. Os dois então a beberam e assim como seus súditos ficaram loucos. Desta forma o rei conseguiu manter-se em seu reino convivendo com iguais.

E é nessa hora que vem aquele pensamento: "A sociedade em que vivemos partilha de uma insanidade coletiva" - citação da Veronika que tomo emprestada neste momento - de modo que todos agem da mesma maneira e sem perceber que alguns nem mesmo sabem quem são e que podem sim ter uma opinião diferenciada dos demais.

E isso é viver?

Perder sua verdadeira identidade para ficar como os demais e poder conviver em harmonia? 

Se te dizem que "verde é preto" você simplesmente acredita e toma isso como um princípio seu? 

Não sei - aliás, como muitas outras coisas -.

Quando em Roma se deve mesmo agir como os romanos? Ou cada situação exige uma postura? Ou cada pessoa deve assumir a sua identidade, seja ela qual for?

Enfim... O que ficam são questões sem resposta, ou talvez com uma resposta que eu prefira não dizer para que não pareça tão deslocado da sociedade que me acolhe de braços abertos - quando eu aceito o que ela me impõe.

09/10/2010

Um de Nós / One of Us

 

Um de Nós

Se Deus tivesse um nome, qual seria?
E como seria seu rosto?
Se você encontrasse com ele e toda a sua glória
O que você perguntaria, se você pudesse fazer apenas uma pergunta?

Sim, sim, sim, Deus é maravilhoso
Sim, sim, sim, Deus é bom
Sim, sim, sim, Sim

E se Deus fosse um de nós?
Apenas um desajeitado como nós
Apenas um estranho no ônibus
Tentando voltar para casa?

Se Deus tivesse um rosto
Com o que seria parecido?
E você gostaria de vê-lo
Se vendo significasse que você teria acreditar
Em coisas, assim como, o Céu, Jesus e os santos
E todos os profetas

Sim, sim, sim, Deus é maravilhoso
Sim, sim, sim, Deus é bom
Sim, sim, sim, Sim

E se Deus fosse um de nós?
Apenas um desajeitado como nós
Apenas um estranho no ônibus
Tentando do seu jeito voltar para casa
Apenas tentando do seu jeito voltar para casa
Voltar para o céu sozinho
Ninguém chamando-o ao telefone
Exceto pelo Papa, talvez em Roma.

Sim, sim, Deus é maravilhoso
Sim, sim, Deus é bom
Sim, sim, sim, sim, sim

E se Deus fosse um de nós?
Apenas um desajeitado como nós
Apenas um estranho no ônibus
Tentando do seu jeito voltar para casa
Como um Holly Rolling Stone
Voltar para o céu sozinho
Apenas tentando do seu jeito voltar para casa
Ninguém chamando-o ao telefone
Exceto pelo Papa, talvez em Roma.
(Joan Osborne)

06/10/2010

Mesmo sabendo que doeria foi lá e fez.

Pois é. Quem foi que disse mesmo aquela frase: "Não sabendo que era impossível ele foi lá e fez"! ?? Pois bem... a minha frase do dia é: "Mesmo sabendo que doeria ele foi lá e fez". Sim... quantas vezes a gente não faz algo que sabe que não dará certo?? E porque fazer?? Talvez por gostar de sofrer... Ou talvez porque é um Sonhador. Não Sei. 

As vezes faço coisas desse tipo, talvez até pra me machucar um pouquinho só... [talvez na esperança de que o Universo esteja conspirando à meu favor.] Vai saber... Não custa tentar porque o máximo que pode acontecer é doer um pouquinho mais. E a dor com o tempo vai se tornando parte de nós. 

Então se o Universo conspirar à nosso favor melhor ainda. Mas mesmo que não conspire não podemos parar.
 


02/10/2010

Inferno ou Paraiso

Esta tudo, as vezes, meio com ares de que pode acabar logo. E as vezes com aqueles ares que dão a impressão de que nada, nunca, acabará. E assim as vezes me pego pensando no céu e no inferno. Se existe mesmo um céu e como ele seria... Não penso muito no infermo - primeiro por ser bastante otimista - porque acredito que o inferno quem faz são os homens: cada um tem seu próprio inferno. E em relação ao céu - ou paraíso se assim preferirem - não tenho uma teoria apurada (ainda). Pode ser que seja construído por nós também, mas se o for não é sózinhos que podemos construí-lo - eu acho. Sei lá. As vezes penso mesmo é que o Paraíso não passa de uma boa dose de veneno, que nos deixa atordoados e nos fazer perder certos sentidos... Enfim. !!?? Paraíso ou Inferno ??!! Não sei. Pode ser que nenhum exista, ou pode ser que vivemos alternando entre um e outro e nem percebemos. Pode ser também que o veneno que nos atordoa nos faz bem e mostra um pouquinho do paraíso. É... pensar é estar no paraíso - disso tenho certeza - porque alí (em seus pensamentos) você é livre para ser, sentir, fazer, o que quiser. E isso sim deve ser o paraíso. E conviver com os dois é um dom. Porque buscar o equilibrio entre bem e mal é simplesmente viver. Escolher o que vai ser daqui pra frente, ou corrigir o que foi feito errado. A escolha é sua, minha...

Eu tenho o meu próprio inferno sim... E tenho o meu paraíso também - as vezes. E você?? Já está construindo os seus?

01/10/2010

Falar da Marina - Eleições 2010

Não tenho conhecimento suficiente para defendê-la nem para acusá-la, e nem mesmo tenho a pretensão de tornar a candidata à presidencia Marina Silva a sua primeira opção.

Tenho simplesmente à dizer que nestas épocas ouvimos tanta coisa, e de tanta gente, sobre os candidatos que ficamos as vezes até meio atordoados.

E hoje, ao receber um e-mail falando que a Marina é contra o casamento entre homossexuais, me recordei de uma reportagem que li no mês passado falando sobre isso. Creio (infelizmente não me recordo a fonte da reportagem, e se, inclusive, vc que está lendo a tenha: me repasse por favor) que ela disse que é contra o casamento (na igreja) mas a favor da união estável (aquela coisa tipo um contrato :S) entre casais do mesmo sexo.

Então, embora não concorde 100% com isso, acho digno da parte da candidata Marina afirmar a sua posição e suas crenças, independente de estar em campanha ou não. Falou está falado. Parabéns pra candidata.

E agora em reta final pessoas (partidos opostos é claro) começam a jogar todas as suas armas, e utilizar qualquer frase que dê margem para dupla interpretação, como estratégia para tentar confundir ainda mais o pobre eleitor (momento dramático: Pobre Eleitor) ou conquistar mais alguns votinhos para o seu partido.

#PUTAFALTADESACANAGEM

Já disse e repito: CANDIDATO BOM PRA MIM NÃO É AQUELE QUE APONTA OS DEFEITOS DOS OUTROS, MAS SIM QUE MOSTRA AS SUAS PROPOSTAS E COMO CONCRETIZÁ-LAS.

Se antes eu já passava mal (mais drama) me contorcendo em frente à propaganda eleitoral de certo senhor (que está investindo 'todas' na juventude) agora então é que não recebe nem mesmo a citação de seu nome aqui neste espaço. Voto então...

Bom, mas é isso.

Acusar é sempre fácil. Fazer melhor é outra história.


ps: e agora o Merchan >> Marina foi a única candidata que me convenceu falando de seus planos a longo prazo, buscando a sustentabilidade econômica, social, política e ambiental. Planejamento e visão estratégica ela tem, e provavelmente sabe muito bem respeitar e valorizar as diferenças existentes em nosso país.

E tenho dito !!!

Por que mesmo??

Por que é que as pessoas tem que sentir sono? Por que é que as pessoas tem que comer? Por que é que as pessoas nunca estão contentes com o que tem? Por que é que o ser humano adora questionar o mundo, as pessoas, as coisas? Por que acreditar em espíritos? Por que ler livros do Alan Cardec? Paulo Coelho? Monteiro Lobato? Por que ouvir músicas da Madonna? Por que alguém te diz que é bom? Por que muitas pessoas fazem isso? Tudo igual e tudo tão diferente... Sempre e tanto... que as vezes não se sabe se está vivo, vivendo ou simplesmente sonhando. Por que não se sabe se é possível fazer uma viagem astral? Por que o corpo feito de matéria não consegue visualizar o espírito - feito sei lá de que - ? Por que existir? Qual é a real função ou missão de cada ser humano na terra? E que outros planetas possuem vida inteligente? E somos nós mesmos os seres mais inteligentes do nosso planeta? Não sei!!! As vezes me sinto inútil... como se não soubesse nada... ou quase nada... Mas concordo com a propaganda de um jornal - não recordo qual - que diz que NÃO SÃO AS RESPOSTAS QUE MOVEM O MUNDO. SÃO AS PERGUNTAS. Questione-se. Descubra-se.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...