08/08/2011

Prisão dos Sonhos

Eu podia tentar correr, mas minhas pernas doíam, como se meus calcanhares estivessem suportando toneladas de dor e de gente. Eu podia tentar gritar, mas minha voz era abafada pelo silêncio que gritava cada vez mais alto. Eu podia tentar pular a janela da cobertura do meu prédio de 101 andares, mas as asas que um dia eu acreditei ter não se abriam mais, estavam pesadas, cansadas, abatidas... Eu podia tentar me matar, mas não tinha corda pra enforcar; não tinha faca para cortar; não tinha água para se afogar; não tinha fogo para tudo queimar... Restou a fome. Morrer de fome talvez não fosse má idéia... Mas a fome tinha ido embora também, com medo. Tudo que um dia se pudera ser feito hoje não podia mais. Aquela prisão era torturante, era má. Não se podia nela viver, mas também não se podia tirar a vida.

Fonte da Imagem: Flicker


Como é triste ser aprisionado pelos próprios pensamentos...

(Rodrigo M.)

Um comentário:

Compartilhe sua opinião e seus pitacos...

:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...