31/10/2011

Welcome to Hell - Plan B

Benzinho' nos brindando com Welcome to Hell... 

Plan B is the best o/





Welcome to hell
Welcome to hell that's what I heard them sing
Welcome to hell yeah
Oh we're so happy that you're here today

There's a warden waiting to meet me
As I make my way inside of the jail
He smiles at me ever so sweetly
And sends to me on route to my cell

Welcome to hell
Welcome to hell that's what I heard them sing
Welcome to hell yeah
Oh we're so happy that you're here today

Grins all up on their faces
Lookin so delighted I'm here
Murders, robbers and rapists
All shouting up in my ear

Welcome to hell
Welcome to hell that's what I heard them sing
Welcome to hell yeah
Oh we're so happy that you're here today

Put my brave face on
Can't let 'em know that I'm scared
Put my brave face on
Cos if they know then I'm dead
I put my brave face on
Can't let 'em know that I'm scared
I put my brave face on

And don't I know, don't I know, don't I know
Just how low, just how low, just how low (just how low)
I've fallen down, I've fallen down
And I can see, I can see, I can see
What's in store for me, oh for me, oh for me
Fallin out, there's no way out now

Welcome to hell
Welcome to hell that's what I heard them sing
Welcome to hell yeah
Oh we're so happy that you're here today
Welcome to hell yeah
Welcome to hell that's what I heard them sing
Welcome to hell hey
Oh we're so happy that you're here today oh oh yeah

Put my brave face on
Can't let 'em know that I'm scared
I put my brave face on
Cos if they know then I'm dead
I put my brave face on
Can't let 'em know that I'm scared
I put my brave face on

Put my brave face on
Can't let 'em know that I'm scared
I put my brave face on
Cos if they know then I'm dead
I put my brave face on
Can't let em know that I'm scared
I put my brave face on

É Halloween

Ou Dia das Bruxas, ou dia dos mortos, ou outras denominações recebidas por diversas culturas ao redor da terra. O que se pode dizer desse dia é que perdeu o seu sentido real - ou seus sentidos reais, já que era comemorado de forma diferente por diferentes povos -, passando a caracterizar uma data festiva para festas a fantasia e crianças saírem (com maior frequência nos EUA) pedindo doces... Das bruxas não se ouve mais muita coisa, dos celtas (leia mais aqui) que comemoravam o Samhaim - ou culto aos mortos - também não... Restaram histórias e estórias passadas pelas famílias e ultimamente pela televisão, por meio de filmes e reportagens retratando as comemorações do Halloween. Sei que esse dia é um dia mágico. Na verdade esse e os próximos...

Acredito que nessa época exista um portal aberto entre o mundo dos vivos e o mundo dos mortos, oferecendo a possibilidade de interação entre esses dois mundos de forma a promover um maior crescimento de ambos... Creio que mais pessoas pensem isso, mas muitos acham besteira. 

Não sei. Não sou bruxo e nem venho de tradições de cultuar esse dia, mas que eu penso que é um dia mágico isso eu penso. E se não for mágico, pelo menos pode nos oferecer umas abóboras enfeitadas - que eu particularmente acho umas gracinhas, rsrs.

Fonte da Imagem: Revolução dos Índigos e Cristais.
ps: nesse site também tem um texto falando sobre o tema...


:)

E se você quer saber um pouquinho mais sobre a história do Hallowen, clique aqui. O site I Love oferece um texto bastante interessante sobre o hallowen, as bruxas e mesmo as famo$as abóboras. Confira.

Dica da Semana (Para empresas, e também pessoas)

"A longo prazo, a única fonte permanente de vantagem competitiva da organização é a capacidade de aprender mais depressa do que os concorrentes" (SENGE, p: 10, 1999).

Fonte da Imagem: Yahad.

SENGE, Peter. A Quinta Disciplina: caderno de campo. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999.

26/10/2011

Sessão Nostalgia




Tem dias que eu fico pensando na vida
E sinceramente não vejo saída.
Como é, por exemplo, que dá pra entender:
A gente mal nasce, começa a morrer.
Depois da chegada vem sempre a partida,
Porque não há nada sem separação.
Sei lá, sei lá, a vida é uma grande ilusão.
Sei lá, sei lá, só sei que ela está com a razão.
A gente nem sabe que males se apronta.
Fazendo de conta, fingindo esquecer
Que nada renasce antes que se acabe,
E o sol que desponta tem que anoitecer.
De nada adianta ficar-se de fora.
A hora do sim é o descuido do não.
Sei lá, sei lá, só sei que é preciso paixão.
Sei lá, sei lá, a vida tem sempre razão.
(...)




Quando a luz dos olhos meus
E a luz dos olhos teus
Resolvem se encontrar
Ai, que bom que isso é meu Deus
Que frio que me dá o encontro desse olhar

Mas se a luz dos olhos teus
Resiste aos olhos meus
Só pra me provocar

Meu amor juro por Deus
Me sinto incendiar
Meu amor juro por Deus
Que a luz dos olhos meus
Já não pode esperar

Quero a luz dos olhos meus
Na luz dos olhos teus
Sem mais la ra ra ra...

Pela luz dos olhos teus
Eu acho meu amor que só se pode achar
Que a luz dos olhos meus precisa se casar
( La ra ri ra ra ra...)
( La ra ri ra ra ra...)
(...)

18/10/2011

Gaga - Marry the Night

E nesta madrugada Gaga liberou a imagem de divulgação do novo single de trabalho, Marry the Night. A música conta com toques e inspirações de um período na vida de Gaga.

A música já é tocada em vários locais, pois tem um ritmo dançante e provocante... Aqui em casa já toca desde que saiu o cd Born this Way. Não posso dizer que é minha favorita - até porque não é mesmo, rsrs -, mas posso dizer que é um ótimo trabalho, assim como todas as músicas de Born This Way. Enfim, abaixo foto do single, divulgada pela Gaguinha em sua página no twitter (registrando em 18 de outubro de 2011, as 16:14 horário de Brasília, 14.627.193 seguidores). E pra quem ainda não segue a Gaga lá, o twitter dela é @ladygaga :)



I'm gonna marry the night
I won't give up on my life
I'm a warrior queen
Live passionately tonight

I'm gonna marry the dark
Gonna make love to the stark
I'm a soldier to my own emptiness
I am a winner

I'm gonna marry the night
I'm gonna marry the night
Gonna marry the night

(...)

17/10/2011

Poesia em forma de música. Ou música em forma de poesia ??

Tanta música bonita por aí, com conteúdo de vida, de fé, de esperança e (mesmo eu não gostando dessa palavra para uso 'comum') amor... Aí as vezes nos pegamos ouvindo coisas que não tem sentido nenhum, moral nenhuma, crescimento nenhum. Quase nada, a não ser ritmo... Mas blá blá blás a parte, vim dividir com vocês uma música que eu acho linda, doce, super propensa a mostrar coisas boas pra quem está disposto a vê-las... Vamos ao que interessa ?? Breakaway da Kelly Clarkson é uma poesia musicada, que trás uma mensagem forte e doce. Vale muito a pena ouvir a música e prestar atenção na mensagem que ela passa.

Vamos lá ??

Breakaway.




Libertar

Cresci numa cidade pequena
E quando a chuva caia
Eu ficava na minha janela

Sonhando com o que poderia ser
E se eu terminasse feliz
Eu rezaria.

Tentando ao máximo alcançar
Mas quando eu tentava falar,
Sentia como se ninguém pudesse me ouvir

Queria fazer parte daqui
Mas algo parecia tão errado aqui
Então eu rezava

Eu me libertaria

Eu abrirei minhas asas e eu aprenderei como voar.
Eu farei qualquer coisa para tocar o céu,
Faça um desejo, aproveite a chance,
Faça uma mudança e me libertar.

Fora da escuridão em direção ao sol.
Mas eu não esquecerei todos os que eu amo.
Vou correr o risco, ter uma chance,
Fazer uma mudança e jogue tudo pro alto.

Quero sentir a brisa quente
Dormir debaixo de uma palmeira
Sentir o agito do oceano

Embarcar num trem veloz
Viajar num avião a jato
Para bem longe

E me libertar

Eu abrirei minhas asas e eu aprenderei como voar
Eu farei qualquer coisa para tocar o céu
Faça um desejo, aproveite a chance,
Faça uma mudança e jogue tudo pro alto.

Fora da escuridão em direção ao sol.
Mas eu não esquecerei todos os que eu amo.
Tenho que correr o risco, ter uma chance,
Fazer uma mudança e me libertar.

Prédios com centenas de andares
Rodando em portas giratórias.
Talvez eu não saiba onde elas me levarão mas

Tenho que continuar, continuar
Voar para longe, me libertar...

Eu abrirei minhas asas e eu aprenderei como voar.
Embora não seja fácil te dizer adeus
Faça um desejo, aproveite a chance,
Faça uma mudança e jogue tudo pro alto.

Fora da escuridão em direção ao sol.
Mas eu não esquecerei do lugar de onde eu vim.
Tenho que correr o risco, ter uma chance,
Fazer uma mudança e me libertar.

Libertar
Libertar

Tradução: Letras.Terra.

Beyonce fez... E quem nunca ...

Fonte da Imagem: Zeibiz.
Usou o texto de outra pessoa quando estava construindo um artigo/paper citando-o na íntegra ?? Se usou, espero que tenha referenciado o autor devidamente (e em nosso caso, de acordo com as normas da ABNT, ou de sua instituição) com nome e ano da citação... Mas enfim, acontece que as vezes, por necessidade, nos utilizamos de algo que é de outra pessoa, seja para justificar nossas idéias, ou para complementá-las, ou para deixá-las com outra cara... Não importa, usou algo que não é seu tem que referenciar, isso sem falar na solicitação de permissão de uso, quando não se trata de material impresso ou disponível 'online'. 

E por que isso ?? Porque desde semana passada a cantora Beyonce (conhecida por seus ritmos embalantes e por apresentar na maioria deles belíssimas coreografias, sustentadas pela cantora e por um time de bailarinos ótimo) está sendo criticada e atacada por inúmeros tablóides sobre o clipe da música Countdown.

O que acontece no clipe é que Beyonce utilizou-se de um trecho de uma coreografia elaborada por Anne Teresa de Keersmaeker, coreógrafa belga que produziu a coreografia para a peça Rosas danst Rosas

A polêmica levou a coreógrafa a se pronunciar sobre o fato afirmando que Beyonce teria plagiado sua coreografia, cenário e figurino para um trecho do clipe. 

E essa semana BeyBey se pronunciou, afirmando que dentre outras referências dos anos 60 e 70, ela utilizou referências da peça Rosas danst Rosas, coreografada por Anne Teresa. E agora aparentemente continuará a correr algo judicialmente por parte da coreógrafa belga. 

Enfim, pelo menos Beyonce se pronunciou sobre o caso. Agora é esperar pra ver o resultado, que, sinceramente, acredito que independente de qual seja não irá desprestigiar o trabalho de Beyonce, pois afinal de contas, não é de hoje que a cantora vem desempenhando um belíssimo trabalho, seja por suas músicas dançantes ou por suas coreografias - que não nos permitem reproduzi-las na balada com a intensidade que gostaríamos, como a coreô de Run the World (Girls), pois corre o risco de quebrar-mos o narizinho de alguém, ou pelo menos o dedão do pé - sempre cheias de movimentos sincronizados e perfeitos. 

Enfim, creio que BeyBey errou au utilizar-se de algo sem referenciar e sem pedir autorização prévia, mas creio também que esse não é o maior pecado do mundo em se tratando de coreografias, ou mesmo do mundo da música... Agora vamos deixar de conversa e colocar os dois trabalhos lado a lado (ou abaixo e abaixo) para que possam também prestigiar.




--



Rosas danst Rosas, de Anne Teresa. Uma linda coreografia, com bailarinas muito bem preparadas, sincronizadas e graciosas. Sete minutos de pura arte. Muito bom. Parabéns pra Anne e pras bailarinas.




Countdown, nova música de Beyonce. Ritmo envolvente, doce e dançante sem ser aquela coisa eletrônica de balada. Uma música que dá vontade de cantar, dançar e fazer a coreografia... Ou ao menos fazer caras, ombros e bocas pra uma câmera. Beyonce linda, parabéns por mais um lindo clipe.




E é isso. Quem gostou levanta a mão:

o/

--
NOTÍCIAS RELACIONADAS





16/10/2011

Dica da Semana

Fazer o bem sem olhar à quem.

Fonte da Imagem: Educar vai além da escola.
Um sorriso, um abraço, um bom dia, um elogio, um eu gosto de você, uma flor...
Um pedaço de pão, um prato de comida, um kilo de alimentos não perecíveis...
Uma informação, um auxílio à alguém para atravessar a rua...
Não importa. Foi de coração?? Então foi de bem.

Folhetim - Luiza Possi

Na linda e doce voz da Luiza, compartilho com vocês a música Folhetim.






Se acaso me quiseres
Sou dessas mulheres
Que só dizem sim

Por uma coisa à toa
Uma noitada boa
Um cinema, um botequim

E, se tiveres renda
Aceito uma prenda
Qualquer coisa assim

Como uma pedra falsa
Um sonho de valsa
Ou um corte de cetim

E eu te farei as vontades
Direi meias verdades
Sempre à meia luz

E te farei, vaidoso, supor
Que és o maior e que me possuis

Mas na manhã seguinte
Não conta até vinte
Te afasta de mim

Pois já não vales nada
És página virada
Descartada do meu folhetim

14/10/2011

O Som do Silêncio...

Fonte da Imagem: Blog Quero Agora.
É um som doce, que toca a alma e revela os mais profundos desejos, segredos, amores, dissabores... Faz a alma levitar do corpo por alguns instantes e mostra que o mundo é maio que eu, maior que você, maior que o próprio mundo. O som do silêncio é gentil. Não assusta, chega de mansinho... Abraça, envolve, seduz... O som do silêncio faz pensar. E faz ouvir os próprios pensamentos. Faz buscar dentro de si o que não se encontra em mais nenhum lugar. Uma luz? Uma ideia? Uma compreensão? Talvez... O que importa é que a música que o silêncio faz é um agrado aos ouvidos, aos pensamentos, ao coração... As vezes eu ouço... Tem um gosto doce. Mas quando penso em saborear ele corre. Foge dos meus ouvidos, do meu paladar. E demora a voltar... Mas sempre volta. Sempre. Volta... Volta ???

Inscrições para o PSS 2012 (PR) previstas para novembro.

Apenas relembrando que vocês devem acompanhar as notícias no site do PSS (clique aqui) para mais informações. Mas hoje fui ver a página deles no twitter (@pss_pr) e vi o tweet informando que as inscrições para o Pss 2012 do Paraná provavelmente serão em novembro. Não há data definida. Portanto, acompanhar o site ou o @pss_pr pelo twitter é a única opção. Todos aguardam.

Print retirado (em 14/10/2011) da página do PSS 2012 no twitter.

12/10/2011

Jardim Botânico - 12/10/2011

Clique para ampliar. Foto por Rodrigo Müller.

Crianças brincando, famílias passeando, casais namorando, pessoas correndo/caminhando, gente tocando violão, grupos de amigos fazendo lanche, gente estudando... Enfim, o dia das crianças no Jardim Botânico estava bonito... Mesmo com o sol fazendo gracinhas e brincando de esconde-esconde com os visitantes, foi possível aproveitar uma meia manhã e meia tarde agradáveis em companhia dos amigos... E é isso, acima o registro do JB de Curitiba na parte da tarde, por volta de 15 horas de 12/10/2011.

:)

11/10/2011

Vontade pra que ?

Fonte da Imagem: Do Alto do Salto.
Sabe aquele dia que você tem um monte de coisas pra fazer, mas que gostaria de estar fazendo outra coisa ?? Pois é. Estou eu aqui assim. Textos e mais textos pra ler, horrores de coisas pra escrever, trabalhos pra terminar e lá se vai... E a vontade ?? A vontade é de deitar de bunda pra cima na minha cama - aquela que me espera em Cascavel na casa da mamãe -, vontade de assistir um filme daqueles no estilo Comer, Rezar e Amar (tirando a parte do amar que achei uó) só porque o filme dura mais de três horas (exagero mode on), vontade de dançar em cima da cama, de pular, de rolar, de tomar banho de chuva... Dia daqueles que nem ele sabe o que quer... Hora ameaça chover. Hora começa a pingar uma garoazinha sem vergonha... Hora para tudo porque ele tá com preguiça. Dia que dá vontade de beber, mas daí eu lembro que não bebo tanto assim... Hora eu lembro que amanhã é dia das crianças e que minha mãe está organizando juntamente com o namo uma festinha para dezenas de crianças (com direito a bolo, salgadinhos e doces). E eu aqui. Hora lembro que vou passar o dia das crianças - e também de Nossa Senhora - lendo Nonaka e Takeuchi, Choo, e se der tempo (e vontade...) Peter Druker... O vida bandida. Mas tudo bem. Já passou. Tá voltando a vontade de ler e escrever (eu espero que esteja mesmo)... Daqui a pouco a coisa anda e eu escrevo mais um capítulo. Enfim, já que tá voltando vamos pra lá... Quem também tá com vontade CORRE !! Bjo bjo.

07/10/2011

Love The Way You Lie

Ok, as vezes eu escuto uns rap aí manooo. Eminem não é meu favorito não, mas esse ft com a RiRihanna ficou muito bom... Tá no meu set list diário (porque sim, eu tenho milhares de músicas no pc mas ouço sempre as mesmas 42) e eu indico !

Mas vamos ao que interessa: O Clipe !

Já digo que não gosto, mas tem que goste e os acessos marcados no contador do vídeo não me deixam dizer o contrário. Vejam aí ;)





ps: e meu rapper favorito é o Plan B (ou Ben Drew, se assim preferirem)

Fonte da Imagem: Documenting Reality.



05/10/2011

Steve Jobs morre aos 56 anos.


Cheguei em casa e lí a notícia na Globo.com (meu F5 diário passa necessariamente por lá) da morte de Steve Jobs (05/10). Bom, o cara não precisa ser apresentado, pois foi um dos maiores visionários em termos de tecnologia e inovação. Comandou uma empresa gigante (a Apple) durante anos e só se afastou para se tratar de um câncer... Enfim, o cara fez um ótimo trabalho, tanto que estamos aí com uma empresa reconhecida mundialmente e que, se tudo der certo (e torço pra isso), vai continuar assim nas mãos de Tim Cook, que está no comando da Apple. Enfim, abaixo a matéria retirada do G1.
Fonte: G1.
--
Morreu nesta quarta-feira (5) aos 56 anos o empresário Steven Paul Jobs, criador da Apple, do estúdio de animação Pixar e pai de produtos como o Macintosh, o iPad, o iPhone e o iPad.
Idolatrado pelos consumidores de seus produtos e por boa parte dos funcionários da empresa que fundou em uma garagem no Vale do Silício, na Califórnia, e ajudou a transformar na maior companhia de capital aberto do mundo em valor de mercado, Jobs foi um dos maiores defensores da popularização da tecnologia. Acreditava que computadores e gadgets deveriam ser fáceis o suficiente para ser operados por qualquer pessoa, como gostava de repetir em um de seus bordões prediletos era "simplesmente funciona" (em inglês, "it just works"), impacto que foi além de sua companhia e ajudou a puxar a evolução de produtos como o Windows, da Microsoft.

03/10/2011

We Are The Fallen (WATF)

Amy Lee em cena do clipe de My Imortal.
Hoje, depois de ter visto alguns vídeos do show do Evanescence (EV) - que ficou famoso por my Imortal, Going Under, Lithium, entre outros sucessos da banda - no Rock in Rio (sem comentários ainda porque não vi o show todo) senti saudades do tempo que eu ouvia Fallen (primeiro cd da banda) e The Open Door (segundo cd)... As músicas da banda são lindas e eu sou super fã da Amy Lee... Acho que ela tem uma puta voz e sabe cantar... Sabe tocar piano... Sabe encantar... Mas eu também sou fã do Ben Moody - que pra quem não sabe é co-fundador do EV junto com a Amy -, que é um puta profissional... O cara toca guitarra de mais, tem sensibilidade pra compor, tem tino pra produzir... E é um ursinho do bem (embora haja boatos do contrário)... Sem entrar no mérito da saída dele do EV - ainda em 2003 -, tenho certeza que foi uma grande perda para ambos... Ben e Amy... Eles ficavam lindos juntos... Era super tudo ver os dois juntos... Mas enfim, acabou né... E como fazia tempo que não via ele e nem ouvia nada do Benzinho', fui procurar na net o paradeiro desse moço.
Ben Moody.

Vi que ele fez vários trabalhos musicais com artistas como Avril Lavigne, Kelly Clarkson, Celine Dion, Anastacia, e outros artistas... Tanto composições suas foram usadas por esses artistas como alguns trabalhos deles foram produzidos pelo Ben... E como o cara é muito bom resolveu voltar a ter uma banda... E criou o We Are The Fallen (WATF). Um som que é muito semelhante ao Evanescence, mas que - segundo o Ben - tem o próprio estilo, que nada mais é que o estilo do cantor. Fui procurar suas músicas e gostei. a vocalista que agora está na banda (que não procurei saber o nome) canta bem, mas realmente tem uma voz super parecida com a da Amy... E já visualizei várias críticas à banda se referindo à cópia do 'Estilo Evanescence de Ser'... Ben se defende - pouco, porque ele não gosta de mídias, redes sociais e afins - apontando que o gosto deles é esse e ponto final.

Mas o que importa é que ele está com seus trabalhos aí... Evanescence também... e com ótimos trabalhos. E embora eu não troque a Amy Lee tão facilmente, o Benzinho ainda me chama atenção (:$)... Vou levando os dois, com ênfase maior no EV, já que agora tive aquela chamazinha antiga reacesa pelo show da banda aqui no Brasil... 

E por hora, coloco pra vocês conhecerem o trabalho do WATF, com uma música linda linda linda... Meio Estilo Evanescence de Ser, mas tá valendo. A música que deixo pra vocês é Sleep Well My Angel, numa versão acústica e mais romântica... Deixo essa versão pela qualidade do vídeo e áudio, mas outras versões com as guitarras e tudo o mais vocês encontram no youtube ;)






Watching you sleep for so long
Knowing that I can't turn the rain into sun anymore
I've given you all that I am
Now I stand here too scared to hold your hand
Afraid you might wake to see
The monster that had to leave


'Cause you see the shelter as the storm

Holding wind to keep you warm

You are everything to me
This is why I have to leave
So sleep well, my angel

Under the ash of the lies
Something beautiful once here now dies
And the tears burn my eyes
As you sit there all alone
I just want to come home

But you see the shelter as the storm
Holding wind to keep you warm
You are everything to me
This is why I have to leave
So sleep well, my angel
Sleep well, my angel

I'm sorry
I'm sorry
I'm sorry
I'm sorry

You see the shelter as the storm
Holding wind to keep you warm
You are everything to me
This is why...
You see the shelter as the storm
Holding wind to keep you warm
You are everything to me
This is why I have to leave
So sleep well, my angel
Sleep well, my angel

A simples interação de cinco minutos com outra pessoa pode aumentar radicalmente a produtividade semanal?


Em alguns ambientes de emprego a resposta é sim, afirma Adam Grant, professor de gerenciamento da Wharton.
--

Quem me acompanha sabe que sou fã da Revista Exame, tanto impressa como a revista eletrônica... Lá você encontra sempre bons textos sobre o mundo empresarial, apresentando tendências e novas ferramentas, ou apresentando cases de empresas que tiveram sucesso em seus empreendimentos - ou não - e muitas outras matérias interessantíssimas... Enfim, vale a pena acessar o site da Exame.com clicando aqui. Mas agora, vamos ao texto que fala sobre motivação dos funcionários, e que mostra que motivá-los (ou nos motivar) não é assim um 'bicho de sete cabeças'... Então, vamos ao texto ;)


Texto Original: Dando um rosto para um nome: a arte de motivar os funcionários.

Fonte: Exame.com

--
Grant dedicou boa parte de sua carreira profissional ao estudo da motivação de funcionários em cenários diferentes como call centers, farmácias de vendas por catálogo e equipes de salva-vidas de piscinas. Em todas essas situações, disse Grant, os funcionários que sabem que o trabalho deles exerce impacto significativo e positivo sobre outras pessoas são mais felizes do que aqueles que não sabem. E são bem mais produtivos também.

Essa conclusão pode parecer intuitiva, mas Grant registrou isso numa série de estudos. Num experimento, ele estudou o comportamento das telefonistas do Call Center de uma universidade pública cujo trabalho era pedir doações para a universidade. Esse pode ser um trabalho amargo. Elas ganham pouco e sofrem rejeições freqüentes de pessoas que não gostam de atender telefones durante o jantar. A rotatividade de pessoal é alta e o moral é muitas vezes baixo. Então o que podemos fazer para motivá-las a permanecerem no telefone e obter doações?

Uma resposta relativamente fácil é apresentá-las a alguém que receba a ajuda desses dólares.

No estudo de 2007, Grant e uma equipe de pesquisadores - Elizabeth Campbell, Grace Chen, David Lapedis e Keenan Cottone da Universidade de Michigan - organizaram um encontro entre as telefonistas do Call Center e os alunos bolsistas que eram beneficiados pelos donativos do programa de levantamento de fundos da universidade. Não foi uma reunião longa - foi só uma sessão de cinco minutos na qual as telefonistas puderam perguntar aos estudantes sobre seus estudos. Mas no decorrer do mês seguinte, aquela pequena reunião fez uma grande diferença. O Call Center foi capaz de monitorar tanto o tempo que elas passavam no telefone quanto a soma das doações arrecadada. Um mês depois, as telefonistas que conversaram com os bolsistas dobraram os minutos de tempo que passavam ao telefone e arrecadaram muito mais doações: uma média semanal de US$ 503,22, ante US$ 185,94.

"Mesmo o contato breve, mínimo, com os beneficiados pode servir para os funcionários se manterem motivados", escreveram os pesquisadores no estudo, intitulado "Impact and the Art of Motivation Maintenance: The Effects of Contact with Beneficiaries on Persistence Behavior" (O Impacto e a Arte da Manutenção da Motivação: Os Efeitos do Contato com os Beneficiados sobre o Comportamento Persistente), publicado no periódico Organizational Behavior and Human Decision Processes.

Leia o texto completo aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...