29/01/2014

Modernidade(s)

Lendo e relendo textos e mais textos sobre o assunto, ainda hoje não consigo me definir moderno, pós-moderno, ou o que quer que seja. Vejo apenas que a contemporaneidade nos deixa tão semelhantes a tudo e a todos, e isso a cada novo dia, que nem dá pra saber pra que lado estamos olhando. É tendência de roupa, de ferramentas de tecnologia (celulares, tablets, computadores, televisores, eletrodomésticos e muito mais), de culturas, de comportamentos, e por aí vai...

Vivemos no dilema de trabalhar ou viver... Vivemos na disputa por espaço onde não há mais lugares a se ocupar... Vivemos escravos do mundo, e as vezes de nós mesmos. São regras impostas, padrões que sabemos que devemos adotar, tendências que devemos encarar, modernidades que temos que aceitar. E aceitamos, muitas vezes sem perguntar onde isso pode nos levar.


Fonte da Imagem: CPFG.

22/01/2014

Porque um pouquinho de pesquisa na internet não faz mal a ninguém...

De fato! Um pouquinho de pesquisa na internet não faz mal a ninguém. Pelo contrário, na minha opinião faz até bem... Você pode simplesmente acessar a internet e se deliciar com as milhões de publicações sobre determinado tema. Você pode descobrir quem são os principais pensadores da Administração, da Filosofia, da Semiótica... Você pode até mesmo descobrir o que é a semiótica... Enfim, 'na internet você pode tudo'.
Fonte da Imagem: Nova Escola.
Será?
 
Bom, não mesmo !
 
Na internet você não pode tudo. E principalmente você deve saber que nem tudo o que está lá é seu!
 
Como assim?? Assim mesmo.
 
 
Sabe quando você vê aqueles textos belíssimos postados na página do facebook dos seus amigos e pensa: 'peraê, Fulaninha(o) nem sabe o que é isso que tá falando'; ou quando você vai fazer um trabalhinho da escola e digita no google, por exemplo, 'o que é tecnologia da informação', ou qualquer outra pergunta. E ele, o google, como um bom professor, te responde dando milhares de opções pra você copiar e colar num documento em branco do Word.
 
Bem, isso não é fazer pesquisa. Isso é copiar. Ou pra ser mais preciso ainda: é plagiar (e quer ver a definição de plágio? clica aqui). Mas o que é pesquisa então?? Bem, poderia dar várias definições e explicações aqui, mas podemos começar entendendo a pesquisa como um conjunto de técnicas e ferramentas aplicadas na construção do conhecimento, ou seja, investigar um problema, um assunto, um tema, discutir esse tema sob a ótica de outros autores, e buscar fazer novos apontamentos sobre isso... É simples? Claro que não. Se fosse, imaginem a quantidade de livros, teses, artigos e outros relatos de pesquisa teríamos a nossa disposição.
 
Mas o que me incomoda é o por que de as pessoas fazerem 'pesquisa' na internet dessa maneira (Ctrl-C + Ctrl-V). Será que é preguiça? Será que é desinteresse? Será que eu sou muito piegas? Será que estudar não é mais importante já que você tem o google às suas mãos?
 
Será que hoje basta saber acessar a internet??
 
Bem, honestamente eu creio que não. E mais honestamente ainda: eu vejo que não.
 
Ser professor é muito bom, mas as vezes dá vontade de chorar... Principalmente quando você vê estudantes de graduação e pós-graduação realizando este tipo de 'pesquisas' desavergonhadas e ainda colocando 'agradeço a Deus e aos meus familiares pelo apoio...'. Puta que pariu né!? Além de fazer uma sem-vergonhice dessas ainda me coloca o nome de Deus no meio?
 
Bem, cada cabeça é uma sentença e cada pesquisa é única - desde que não seja um puro plágio.

19/01/2014

Turistando por aí...



Fotografia - Bob Monteiro
Locação - Bosque do Alemão (Casa de João e Maria) - Curitiba, PR.
19/01/2014
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...